Como ações em medicina preventiva influenciam na redução do FAP
20 de abril de 2017 Comentários desativados em Como ações em medicina preventiva influenciam na redução do FAP Sem categoria Teleworld

Segundo o site da previdência social, Fator Acidentário de Prevenção – FAP é um multiplicador, atualmente calculado por estabelecimento, que varia de 0,5000 a 2,0000, a ser aplicado sobre as alíquotas de 1%, 2% ou 3% da tarifação coletiva por subclasse econômica, incidentes sobre a folha de salários das empresas para custear aposentadorias especiais e benefícios decorrentes de acidentes de trabalho. O FAP varia anualmente. É calculado sempre sobre os dois últimos anos de todo o histórico de acidentalidade e de registros acidentários da Previdência Social.

Pela metodologia do FAP, as empresas que registrarem maior número de acidentes ou doenças ocupacionais, pagam mais. Por outro lado, o Fator Acidentário de Prevenção – FAP aumenta a bonificação das empresas que registram acidentalidade menor. No caso de nenhum evento de acidente de trabalho, a empresa é bonificada com a redução de 50% da alíquota.

Ações em medicina preventiva dentro das empresas diminuem consideravelmente os números de acidentes ou doenças ocupacionais, por isso a Teleworld desenvolveu o Safety, uma poderosa ferramenta que contribui na gestão de riscos de trabalho. Além de facilitar que sejam feitas as coletas de aferições de controle de peso, IMC e pressão arterial nas dependências da empresa, pode ser integrado com os controles de acesso, para poder restringir os funcionários que não estejam saudáveis para exercer sua atividade laboral.

Através do Safety a organização tem controle e facilidade de gestão da saúde dos colaboradores, podendo agir com medidas pro ativas que irão colaborar na diminuição de acidentes de trabalho e afastamentos.

Assista o vídeo e entenda como funciona: