Lei 13.103, a lei dos caminhoneiros

O que você precisa saber sobre a norma. Confira!

  • A jornada diária é de oito horas, com mais duas horas extras permitidas. Com um acordo coletivo de trabalho pode-se incluir mais duas horas extras, totalizando 12 horas no máximo.
  • A cada seis horas na condução do veículo de transporte de carga, 30 minutos devem ser tirados para repouso. Para transporte de passageiros, a regra é 30 minutos de descanso para cada quatro horas de trabalho.
  • A cada 24 horas trabalhadas, 11 devem ser de descanso – sendo um mínimo de oito horas ininterruptas no primeiro período. O restante pode ser usado no decorrer das 16 horas seguintes.
  • Um dia inteiro é garantido semanalmente ao caminhoneiro para descanso em viagens de mais de sete dias.
  • O controle e registro da jornada devem ser feitos por meio de anotações do motorista em um diário de bordo ou por sistemas eletrônicos instalados no veículo.
  • O tempo de espera (aguardar carga ou descarga do veículo) não pode prejudicar o recebimento do salário-base.
  • Veículos de cargas circulando vazios não pagam pedágio sobre os eixos suspensos.
  • O empregador deve assegurar e custear um seguro para caso de morte natural ou por acidente e de invalidez total ou parcial decorrente de acidente, além de traslado e auxílio-funeral. O valor mínimo do seguro corresponde a 10 vezes o piso salarial da categoria do funcionário.
  • São exigidos exames toxicológicos periódicos a cada dois anos e meio de trabalho, no mínimo.

Em caso de descumprimento da Lei do Caminhoneiro, o empregado pode entrar com ação trabalhista indenizatória contra a empregadora.

O que você precisa saber sobre controle de acesso

Pensar em investir em um moderno sistema de controle de acesso pode garantir a segurança de todo o negócio.
controle de acesso permite saber quem circula nas imediações da empresa e identificar se são colaboradores, clientes, fornecedores ou outros. Além de facilitar a gestão da segurança de pessoas e os ativos que constituem o patrimônio empresarial, ou em áreas críticas que gerem risco a integridade física, financeira ou de saúde de pessoas.
Exemplo: Unidades de tratamento Intensivo nos hospitais, almoxarifados, tesourarias e entre outros.
O que compõem um sistema de controle de acesso?
Para poder ter a gestão e controle de quem acessa os setores da empresa, são empregados um conjunto de recursos em softwaresequipamentos acessórios de identificação.
Sistema de Software para gestão de acesso
Atualmente com o avanço da tecnologia e da programação, um sistema eficaz deve ter a possibilidade informar em tempo real, quem acessou os locais controlados de sua empresa e integração com diversas aplicações.
Equipamentos para controle de acesso de pessoas
As catracas geralmente são as mais conhecidas como meio de barreira física para controle de portarias e refeitórios. Como também, em qualquer outro local onde seja necessário evitar o acesso de caronas, pessoas que entram juntas quando uma porta ou portão é liberado.
Existem vários modelos e geralmente encontradas com módulos mecânicos ou eletrônicos, as mecânicas são usadas onde não há necessidade de gerenciamento por software e as eletrônicas proporcionam um controle de acesso completo, com coletores de dados e até mesmo conexão com a internet, para fácil integração a sistemas.
Mas as catracas não são os únicos equipamentos que constituem um sistema de controle de acesso. Podemos mencionar também: coletores de dadostorniquetes, botoeiras, fechaduras eletrônicas e entre outros.
Equipamentos para controle de acesso de veículos
As cancelas são as mais empregadas para este gerenciamento e oferecem também um controle de acesso completo, com coletores de dados e até mesmo conexão com a internet, para fácil integração a sistemas.
Podem ser acionadas por diferentes formas, entre elas sensores de barreiras, laços indutivos, por RFID (Identificação por rádio frequência) e outros.
Acessórios de identificação
Nas empresas os mais usados são crachás e senhas. Mas atualmente controle de acesso biométrico tem sido o meio mais atual de liberar o acesso de pessoas nos equipamentos.

Gostou de nosso post?
Gostaria de saber mais sobre sistema de controle de acesso?
Fale com um consultor comercial e tire suas dúvidas sem compromisso: comercial@teleworld.com.br