4 maneiras de crescer na carreira sem se tornar um gerente

Embora seja tentador medir o crescimento da carreira e o sucesso apenas de acordo com o número de degraus que escalamos na hierarquia corporativa, a gerência não é o único caminho para crescer na carreira de forma satisfatória. Ser um gerente vem com responsabilidades que não agradam a todos. Pior ainda, o trabalho gerencial pode afastá-lo dos aspectos do seu trabalho que você mais ama.

Mas só porque você não tem nenhum interesse em gerenciar uma equipe, não significa que você está destinado a estagnar, ou que você tem que obrigatoriamente almejar o próximo nível. Em outras palavras, você nem sempre precisa se mover para cima para seguir em frente.

Abaixo, falaremos sobre algumas formas que você crescer na carreira sem se tornar um gerente.

1 – Procure oportunidades que ofereçam melhorias na função que você já exerce

Nem sempre o processo de crescer na carreira envolve dar um passo adiante. Determinados papéis oferecem oportunidades de se estenderem na mesma posição, através de uma variedade maior de projetos, tarefas mais prestigiadas, trabalho mais profundo ou mais responsabilidade .

Ao buscar sua próxima oportunidade de trabalho, considere a possibilidade de começar perguntando sobre como é o crescimento dentro da função e não sobre o que está além dela.

É preciso entender que administrar uma equipe vem com alguns custos emocionais. Estar de plantão como recurso para seus subordinados diretos, além de ser dependente da agenda de seu próprio gerente, pode significar investimento de tempo e energia. Então, encontrar um papel de contribuinte individual que oferecesse crescimento no papel que você já desempenha é uma excelente oportunidade para crescer na carreira.

Leia também: A Pirâmide de Maslow aplicada ao seu negócio e a gestão de pessoas

2. Faça um movimento lateral em algum lugar maior ou de mais prestígio

Se você quer crescer na carreira sem se tornar um gerente, considere buscar outros lugares como empresas maiores, um território maior de vendas ou uma marca de maior prestígio.

Naturalmente, poucos campos oferecem um sistema de classificação concreto para medir seu crescimento, mas outros indicadores, tanto quantitativos (pense: tamanho da empresa e número potencial de clientes) como qualitativos (pense: influência ou reputação) podem ser seu guia quando você está procurando fazer um movimento lateral.

3. Torne-se um consultor

Depois de se tornar um especialista em seu campo, você pode implantar suas habilidades e experiência em uma função de consultoria. Quando você tiver a oportunidade de trabalhar por sua conta, poderá traçar o crescimento de sua carreira com as mesmas métricas usadas para medir o sucesso do seu negócio de consultoria, como alcance e receita.

Embora a liberdade de consultoria seja uma grande vantagem em si, ela também é mais lucrativa financeiramente do que sua posição anterior. Por isso, vale a pena investir em uma carreira de consultoria, caso não queria crescer na carreira em níveis gerenciais.

4. Aprofundar ou ampliar seu conjunto de habilidades para se tornar um especialista

Se você não está dedicando tempo e energia para cultivar habilidades gerenciais, pode se concentrar em aperfeiçoar outras habilidades, quer isso signifique aperfeiçoar seu argumento de vendas, tornar-se um assistente de modelagem financeira ou dominar todas as ferramentas de gerenciamento de projetos.

Além de ter a métrica tangível de tamanho de mercado para medir seu crescimento, a imersão em novos aprendizados da oportunidade de melhorar suas habilidades diariamente. Encontre um nicho no seu trabalho em que você realmente se desenvolva e melhore o máximo que puder para que você seja considerado um dos melhores nesse conjunto de habilidades. Embora um conjunto de habilidades mais profundo seja satisfatório em si mesmo, você também pode estabelecer alguns indicadores-chave de desempenho para avaliar o crescimento de forma mais objetiva.

EXTRA: Como se tornar um consultor de negócios?

Se você leu o nosso artigo sobre como crescer na carreira sem se tornar um gerente e ficou interessado em tornar-se um consultor de negócios, preste atenção nas próximas linhas:

Bem, antes de mergulhar de cabeça na ideia de ser tornar um consultor de negócios, é aconselhável que você procure conhecer o mercado. Assim como em qualquer outra profissão, essa etapa também é importante para quem deseja migrar ou iniciar uma carreira prestando serviços de consultoria empresarial.

O primeiro passo para isso é escolher uma área de atuação. O profissional de consultoria pode atuar como uma espécie de “generalista” ou escolher uma especialidade, como tecnologia da informação, por exemplo. Independentemente da escolha, o importante é procurar observar o comportamento de profissionais mais experientes e, principalmente, buscar qualificação profissional para trabalhar na área de consultoria. Isso comprovadamente torna a ambientação mais natural e faz toda a diferença para quem quer crescer na carreira.

Leia também: Como a saúde interfere na produtividade nas empresas

Como falamos anteriormente, o trabalho como consultor é gratificante e recompensador, no entanto, alguns profissionais acabam enfrentando dificuldades no início da carreira, que, em geral, estão relacionadas à adaptação a um novo estilo de vida ou a uma nova metodologia de trabalho. Viajar constantemente, por exemplo, é um hábito que poucas pessoas têm e que pode ser importante para o consultor que trabalha com empresas sediadas em outras cidades espalhadas pelo país.

Além disso, a consultoria empresarial, apesar de estar em franco crescimento, é também uma área muito competitiva e isso é um fator que deve ser levado em consideração pelo profissional que deseja abrir seu próprio negócio. A verdade é que há espaço para crescer e conquistar mercado, mas o trabalho duro é um requisito essencial para quem quer crescer na carreira sem se tornar um gerente.

Gostou das nossas dicas? Então, não deixe de compartilhar com seus amigos em suas redes sociais. Até a próxima.