melhorar a saúde mental

Como desenvolver ações efetivas para melhorar a saúde mental nas empresas

Você sabia que os transtornos comportamentais e de saúde mental já são a segunda causa de afastamento de trabalhadores no Brasil? Segundo dados da Previdência, nos últimos dez anos, a concessão de auxílio-doença e aposentadorias por conta de transtornos relacionadas à saúde mental aumentou quase em 20 vezes. Com esses dados, empresas devem estar mais atentas a atitudes que possam tomar para melhorar a saúde mental dentro e fora de suas organizações. 

A saúde mental tem sido tema de diversos debates e seminários de gestão de pessoas nas empresas. Isso deve-se aos diferentes dados que comprovam a necessidade de ações para melhorar a saúde mental. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que até 2020, a depressão será a enfermidade mais incapacitante em todo o mundo. Isso porque a mente é uma parte do corpo que, mantendo os cuidados necessários, sustenta o organismo tanto quanto os órgãos, músculos e ossos. A saúde mental influencia diretamente na saúde fisiológica e vice-versa. Basta refletir em nossas rotinas e também quando estamos doentes. Quantas vezes o simples fato de pensarmos positivo sobre algo influenciou para que melhorasse? A questão é que para muitos, essa atitude que pode parecer simples, torna-se muito difícil, praticamente impossível. 

Em um cenário como este, as empresas têm buscado alternativas para evitar que esses afastamentos ocorram. É preciso ter consciência de que o ambiente profissional pode influenciar diretamente na saúde mental, bem como no bem-estar dos colaboradores. E o caminho inverso também ocorre. Quando você não foca em melhorar a saúde mental dos seus colaboradores, você está fechando as portas para a produtividade, o engajamento de seus funcionários e suas motivações para crescerem na organização. Para isso, separamos abaixo algumas iniciativas que sua empresa possa passar a ter para lidar com esse cenário corretamente e conseguir melhorar a saúde mental de seus funcionários. Continue lendo e confira! 

Leia também: Cinco dicas de como ser mais inclusivo na sua empresa

Compreenda o cenário da saúde mental na sua empresa

Antes de realizar qualquer ação prática para melhorar a saúde mental na sua empresa, é preciso realizar um levantamento e estudo de como está de fato a atual situação dos seus funcionários. Da mesma forma que sua empresa possui, ou deveria ter, ações voltadas à segurança do trabalho, como brigadas de incêndio e funcionários treinados para manter o ambiente de trabalho seguro, é essencial que se compreenda a necessidade de ter um olhar atento à melhora da saúde mental.

Você sabe o nível de motivação de seus colaboradores? Há quanto tempo sua empresa não realiza um levantamento para medir a satisfação? Existe um espaço aberto para conversas, sugestões e reclamações? Como é a comunicação dos seus líderes com suas equipes? Quantos funcionários hoje já passam por algum tratamento de saúde mental? 

melhorar a saúde mental

Essas são algumas questões a serem levantadas para ter compreensão do cenário atual da sua empresa em relação à saúde mental. Se na sociedade a saúde mental ainda sofre preconceitos, dentro da sua empresa você deve tentar ao máximo não tratar esse assunto com tabu, como algo exótico ou minimizando. É preciso ter como prioridade ações para melhorar a saúde mental, encarando que todos em algum momento podem precisar de algum auxílio nesse sentido. Quando você globaliza certa situação, você consegue futuramente alcançar que isso torne-se uma exceção e não uma regra.  É preciso construir uma comunicação mais respeitosa e empática. 

Evite líderes com comunicação agressiva

Com tantas metas a cumprir e concorrências de mercado, muitas vezes acabamos cobrando nossos colaboradores de maneiras indevidas e criando um espaço de diálogo muito restrito e inadequado. Não se trata de diminuir o papel da liderança ou tirá-la o seu poder de fala, mas é preciso tornar o processo de feedback mais eficiente, buscando soluções de problemas e com um perfil muito mais conciliador, do que autoritário.  Seus funcionários precisam sim ter claro os objetivos do negócio, mas isso não precisa ser feito de maneira agressiva ou apenas com ordens. É importante que todos compreendam suas importâncias para a sustentabilidade da organização, instigando a todos a participação ativa para construir uma empresa sólida e de sucesso. 

melhorar a saúde mental

Procure capacitar seus líderes a criarem uma cultura e comunicação positiva, aberta e transparente com suas equipes. Esses líderes precisam mostrar aos seus funcionários que todos são valorizados e que a empresa se preocupa com suas opiniões. É preciso ter em mente que muitas decisões fogem apenas das questões legais, passando para esferas emocionais e individuais. Cada colaborador possui características próprias que precisam de devidas atenções, sem julgamentos. 

Leia também: O que é necessário para alcançar a produtividade na empresa?

Crie um calendário dedicado à saúde mental

A partir do momento que você já possui um diagnóstico de como está atualmente sua empresa em relação à saúde mental, é essencial estabelecer o que precisa ser feito para auxiliar quem já sofre com algum tipo de transtorno, bem como conscientizar todos seus colaboradores sobre a necessidade de cuidados. 

Mais do que ter eventos, palestras ou trazer psicólogas para conversar com seus colaboradores, é necessário também construir uma cultura em que seus funcionários consigam equilibrar suas vidas pessoais com seus compromissos dentro da empresa. Todos precisam ter tempo para estar com suas famílias, resolver seus problemas particulares e, claro, descansar para recarregar as energias. 

Para construir essa cultura, observe quanto seus colaboradores estão trabalhando. E quando falamos trabalho, não estamos dizendo apenas o período em que seu funcionário está presencialmente na empresa. Busque compreender se ele leva trabalho para casa; se as cobranças são tantas que ele não consegue se desligar do celular nas horas de folga; se ele vem fazendo horas-extras. 

Estimule e ofereça tratamentos

Muitas empresas, quando buscam mecanismos para melhorar a saúde mental, acabam ofertando dentro de suas estruturas algum tipo de assistência ou pré-tratamento para acolher seus colaboradores. Uma desculpa comum é a falta de tempo ou que é caro cuidar da saúde mental. Quando você possui serviços de orientação ou até mesmo de acompanhamento psicológico para que seus colaboradores tenham, de imediato, e ao alcance de todos, você acaba criando uma cultura participativa. O tratamento no local transmite uma mensagem aos funcionários de que seu bem-estar é realmente valioso e incentivado.

melhorar a saúde mental

Entretanto, é preciso ter claro, tanto para você, como para todos seus funcionários, que todos esses acompanhamentos serão tratados com a maior confidencialidade, sem interferências ou punições. É importante deixar claro que cada caso é um caso, e essas primeiras conversas podem acabar sendo uma orientação para que o colaborador procure ajudas para cuidar da saúde mental. 

Dessa maneira, é importante também, para que se consiga melhorar a saúde mental, sua empresa estabelecer parcerias com clínicas ou profissionais que poderão ser indicados para o tratamento de transtornos ou acompanhamentos individuais. 

Leia também: Como chegar lá: segurança no trabalho e qualidade de vida nas empresas

Como você percebeu, uma empresa que busca ter ações para melhorar a saúde mental acabará realizando uma reformulação na cultura organizacional como um todo, passando por um processo de entendimento e conscientização da importância de um olhar atento aos diferentes transtornos causados pela negligência desse assunto. 

Se você gostou desse conteúdo, não deixe de compartilhar nas suas redes sociais e auxilie outros empresários na criação de ações efetivas para melhorar a saúde mental.