Como melhorar a segurança do trabalho (rápido e efetivo)

Muito se escuta falar em segurança do trabalho, mas será que os empregadores fazem o necessário para manter a segurança dentro e fora da empresa? O objetivo deste processo é muito importante, pois assegura a saúde, qualidade e satisfação dos empregados, afastando os riscos e possíveis acidentes.

 

Esta questão não deve ser apenas a junção de algumas técnicas em determinada empresa, muito pelo contrário. A Segurança do Trabalho deve fazer parte da cultura organizacional do estabelecimento, para que todos os setores trabalhem e tenham como prioridade a segurança e saúde do trabalhador. Quem está envolvido na segurança do trabalho tem o grande desafio de estimular que essa cultura prevaleça e alcance a todos. O fato é que sabemos que essas práticas trazem benefícios a todos, mas as dúvidas sobre como desenvolver esse trabalho de forma rápida e efetiva surgem todo o tempo. E por isso estamos aqui! A seguir, separamos algumas dicas que vão te ajudar. Continue lendo!

 

Leia também: Como ter uma medicina preventiva efetiva em 3 passos

 

1 – Avaliar o programa de saúde e segurança do trabalho da sua empresa

O primeiro passo para melhorar a segurança do trabalho da sua empresa é analisar. Sabemos que a rotina, muitas vezes, é pesada. Por isso, precisamos separar um tempo e checar cuidadosamente o programa que está sendo aplicado no momento, e entender como ele pode ser melhorado.

 

Se pergunte quais são as fragilidades que você enfrenta no momento, de que forma o setor pode se aproximar mais dos colaboradores e se existem possibilidades reais de deixar o processo mais assertivo. Se você tem todas essas respostas, ótimo. Chegou a hora de colocar a mão na massa e desenvolver as suas ideias.

2 – Treinamento de funcionários

Os acidentes de trabalho não são exclusivos de determinadas áreas. Seja no ramo portuário, construção civil ou alimentício, o que percebemos é que em cada um deles existem máquinas e equipamentos específicos e que exigem conhecimento técnico e muita responsabilidade na hora da operação. No entanto, além de conhecimento, algumas atividades requerem que o trabalhador tenha certificados e treinamento, tornando-o capaz de desenvolver bom desempenho mediante as situações do cotidiano.

 

Portanto, é muito importante investir em treinamento e reciclagem dos funcionários. Desta maneira, evitamos acidentes operacionais e formamos colaboradores mais capacitados.

 

Leia também: O que você precisa saber sobre controle de acesso.

 

3 – Certifique-se que os funcionários conheçam o setor

Apresente o setor de segurança do trabalho e deixe claro aos funcionários que eles estão sendo supervisionados para fins de melhorias na segurança. Saber que existe alguém responsável pela prevenção de acidentes na empresa faz com que os colaboradores se sintam seguros no ambiente de trabalho.

 

4 – Realizar avaliações médicas

O acompanhamento psicológico e médico é uma excelente forma de prestar assistência a sua equipe de trabalhadores e conhecê-los melhor. A realização de exames mostra que a empresa valoriza e respeita o profissional, prezando pela sua qualidade de vida.

 

Uma maneira de tornar este processo mais simples, rápido e eficaz é a utilização de plataformas que utilizam de tecnologia avançada, como o Safety. Essa plataforma pode ser aplicada em diversos momentos do dia a dia da sua empresa e é ideal para aqueles que desejam ter autonomia e agilidade na hora de se informar sobre a saúde dos colaboradores.

A Safety é uma balança capaz de ler o crachá de cada funcionário e identificá-lo corretamente e, quando focado em segurança do trabalho, pode colaborar com as empresas, analisando minuciosamente as condições gerais do empregado, liberando-o ou não para realizar atividades de risco, segundo o seu quadro de saúde. Essa ferramenta pode ser uma grande aliada na hora de otimizar os resultados da segurança do trabalho na sua organização mitigando os riscos de acidentes no local e garantindo a segurança e bem-estar do ambiente e todos aqueles que se encontram nele.

 

5 – Atividades de prevenção

Prevenção é a palavra-chave quando falamos em Segurança no Trabalho. Uma das principais atividades deste setor é implementar um calendário de eventos com a finalidade de prevenir acidentes ou doenças laborais. As atividades sobre prevenção de acidentes também devem fazer parte da rotina. É preciso realizar a Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho (SIPAT) todos os anos, com ações de conscientização.

 

6 – Demonstre interesse

Crie uma relação com o seu colaborador. Preocupe-se com as suas atividades e sempre provoque conversas que deixarão vocês mais próximos. Se você mostra interesse pelo trabalho dele, certamente, a segurança de te procurar para relatar algum problema ou desconforto virá, e você conseguirá agir de maneira muito mais assertiva.

 

7 – Atividades de alongamento

Você já parou para pensar como é a vida de uma pessoa que trabalha 8h por dia sentado em uma cadeira ou operando uma máquina pesada? Por isso, o alongamento é muito importante para os colaboradores que passam horas realizando a mesma tarefa, e previne doenças relacionadas a má postura.

 

Além disso, o alongamento proporciona uma enorme sensação de relaxamento, melhoria dos órgãos vitais, diminuição de dores musculares e aumento da capacidade de concentração. Investir 15 minutos diários do seu tempo em atividade de alongamento é, sem dúvidas, uma super dica!

 

8 – Equipamentos de proteção

Uma das grandes dificuldades que o setor de Segurança do Trabalho encontra é fazer com que o colaborador faça uso correto EPIs necessários. O que precisamos deixar claro para os funcionários, é que o uso dos equipamentos de proteção é obrigatórios e tem o objetivo de zelar pela integridade física de todos. Ah, importante lembrar também que a empresa é obrigada a fornecer, de maneira gratuita, todos os EPIs necessários para o desenvolvimento das atividades com segurança.

 

Sabemos que a cultura de saúde e segurança do trabalho beneficia a todos e precisa ser aplicada de maneira efetiva e consciente. Assim, o funcionário passa a viver mais feliz e com mais saúde, enquanto a empresa pode contar com uma rede de colaboradores mais motivados e produtivos.

 

Gostou do texto? Se ainda tiver dúvidas sobre como você pode melhorar a segurança do trabalho na sua empresa, entre em contato com a gente. Até a próxima!