Importância do treinamento e desenvolvimento das equipes

Com o mercado cada dia mais voraz e competitivo as empresas e organizações já assimilaram que não basta investir em infraestrutura e maquinário. O capital humano rapidamente está assumindo a centralidade dos processos produtivos. Esse é um dos motivos pelos quais investir no desenvolvimento e treinamento de equipes é primordial para alcançar melhores posições no mercado.

Nesse cenário, investir na capacitação dos colaboradores é também investir na organização, que acaba se tornando mais competitiva e produtiva. O sucesso de uma organização passa, inevitavelmente, pela formação de profissionais capacitados, capazes de oferecer serviços e produtos de qualidade. Por exemplo, a implementação de programas de treinamentos internos de equipes é um processo em que ambas partes envolvidas saem ganhando.

Do ponto de vista organizacional, o investimento na qualificação dos colaboradores pode não só gerar incremento na produtividade, como também criar caminhos para que os principais objetivos da empresa sejam atingidos. Já para os colaboradores, os treinamentos são essenciais para adquirir novos conhecimentos e aprimorar habilidades e atitudes.

De forma geral, o treinamento de equipes pode estar direcionado para qualificação profissional dos colaboradores, desenvolvimento de habilidades e competências pessoais e profissionais, melhoria das relações interpessoais e do clima organizacional e gestão eficiente da saúde e segurança do trabalho. Mas, nada disso impede que a capacitação também possa ser aplicada de forma pontual para resolver necessidades mais imediatas.

Treinamento ≠ Desenvolvimento

Ainda que complementares, é importante identificar onde os conceitos de desenvolvimento e treinamento de equipes se diferenciam. É consenso que em ambos os processos o objetivo é a promoção da qualificação dos colaboradores de uma organização. Mas, enquanto o treinamento tem um foco mais imediato, atuando na capacitação a curto e médio prazo para suprir necessidades imediatas; o desenvolvimento de equipes é um longo processo de qualificação, combinado a uma série de treinamentos. O desenvolvimento de pessoas deve ser contínuo e planejado, acompanhando toda vida profissional do colaborador naquela empresa.

Importância do treinamento e desenvolvimento das equipes

Estima-se que equipes focadas e concentradas em seus pontos fortes apresentam um incremento de 12,5% na produtividade diária, conforme dados da empresa de pesquisa de opinião norte-americana, Gallup. Outra pesquisa, do Centro Nacional de Qualidade Educacional da Força de Trabalho (EQW) dos EUA, também mostra que um aumento de 10% nos níveis de educação da força de trabalho eleva, em média, 8,6% na produtividade total.

O desenvolvimento e treinamento de equipes proporciona ganhos significativos para as organizações ao estimular o engajamento e comprometimento dos colaboradores, enquanto equipes alinhadas com os objetivos da corporação. Ao providenciar capacitação, a empresa assume uma postura de reconhecimento e valorização dos profissionais que é fundamental para o rendimento deles. Além disso, a importância do treinamento de equipes pode ser resumida em:

CAPITAL INTELECTUAL

O investimento em formação e aperfeiçoamento das habilidades potenciais de cada colaborador gera capital intelectual, colocando a organização à frente da concorrência por contar com profissionais diferenciados. Tão importante quanto atrair e reter talentos é cultivá-los em um ambiente onde são estimulados à inovação.

CLIMA ORGANIZACIONAL

Um ambiente onde há o incentivo e as pessoas são estimuladas a inovar e arriscar-se é um bom lugar para trabalhar! Programas contínuos de desenvolvimento e treinamento de equipes tendem a melhorar o clima organizacional. E o primeiro passo para aprimorar os processos de produção é criar o melhor ambiente possível. Antes de qualquer coisa, os colaboradores precisam estar seguros e confortáveis para explorarem seu potencial.

PRODUTIVIDADE

O treinamento de equipes através da repetição de exercícios e práticas que aprimorem a rotina de trabalho gera incremento na produtividade porque os profissionais terão maior familiaridade com os processos, realizando-os de forma mais rápida e eficiente. Com treinamento e capacitação, o colaborador pode otimizar seu tempo de trabalho, além de produzir mais e melhor.

ENGAJAMENTO

Quando um colaborador vê a empresa investindo na sua formação e procurando oferecer meios de crescimento pessoal ele se sente valorizado e comprometido a retornar esse investimento que está recebendo. As metas da organização passam a ser metas pessoais para os colaboradores e ambos caminham juntos para o mesmo objetivo.

RETENÇÃO DE TALENTOS E REDUÇÃO DO TURNOVER

Organizações que proporcionam um bom clima organizacional e profissionais engajados com as necessidades da empresa apresentam baixas taxas de absenteísmo, redução do turnover e, obviamente, a retenção de talentos, fator importantíssimo para a sustentabilidade do capital intelectual das organizações.

Essa diminuição na rotatividade dos profissionais traz ganhos substanciais para as empresas, que economizam com processos de seleção e períodos de adaptação onde os profissionais ainda não atingiram a produtividade ideal.

VANTAGEM COMPETITIVA

Uma vez que o desenvolvimento e treinamento de equipes resulta em aumento da produtividade e inovação, a empresa acaba se destacando no mercado, com profissionais e produtos ou serviços diferenciados. Além de contribuir para o fortalecimento da reputação e reconhecimento da sua empresa em seu segmento de atuação.

 

Existem diversas opções de programas de treinamento e desenvolvimento, cabe ao grupo responsável pelo programa definir as escolhas a partir das necessidades da organização. Programa de mentoria, gamificação, grupos de estudo, congressos, seminários e visitas, atividades de ensino a distância, estudos de caso, autogestão, rotação de trabalho, enfim, são inúmeras as práticas de treinamento de equipes e com certeza existe uma ideal para cada situação diagnosticada.

Seja qual for a forma de treinamento de equipes adotada, o importante é que a empresa não deixe de investir no colaborador! Já está provado o impacto positivo que essas práticas geram nos processos produtivos e para organização como um todo. Investir em qualificação é garantia de um investimento com grande retorno e baixo risco.